Aumento do peso - não-intencional

Definição

Ganho de peso não intencional é aquele que se adquire involuntariamente, sem aumento da ingestão de comida e bebida.

Causas

O ganho de peso não intencional pode ter várias causas diferentes.

À medida que envelhecemos, nosso metabolismo se torna mais lento. Isso poderá levar ao ganho de peso se a pessoa comer demais, alimentar-se de maneira errada ou não praticar exercícios suficientemente.

Medicamentos que podem causar ganho de peso incluem:

Alterações hormonais também podem causar ganho de peso não intencional. Isso pode acontecer devido a:

Timpanismo ou inchaço do abdome por causa do aumento de líquidos nos tecidos que pode causar ganho de peso. Esse quadro pode ocorrer na menstruação, na insuficiência cardíaca ou renal, na pré-eclâmpsia ou com o uso de certos medicamentos. Ganho de peso rápido pode ser sinal de retenção de líquidos grave.

Se você parar de fumar, você poderá ganhar peso. A maioria daqueles que param de fumar ganha entre 2 e 4,5 kg nos 6 primeiros meses após parar de fumar. Outros chegam a ganhar entre 11 e 14 kg. Esse ganho de peso não está relacionado apenas à ingestão de maior quantidade de comida.

Cuidados em casa

Deve-se dar início a uma dieta apropriada e a um programa de exercícios. Converse com o seu médico ou nutricionista para estabelecer um plano alimentar com metas de perda de peso realistas.

Não interrompa o uso de medicações que possam estar causando o ganho de peso sem antes consultar o seu médico.

Quando contatar um profissional de saúde

Consulte um médico se os sintomas a seguir ocorrerem simultaneamente ao aumento de peso:

O que esperar da consulta médica

O médico realizará um exame físico, medirá sua altura e peso para calcular o índice de massa corporal (IMC) e fará perguntas sobre o ganho de peso como:

Os exames que podem ser realizados incluem:

Seu médico poderá sugerir um programa de exercícios e dieta ou encaminhá-lo a um nutricionista. Ganho de peso causado por problemas emocionais como estresse que podem precisar de aconselhamento psicológico. Converse com seu médico sobre uma dieta apropriada e um programa de exercícios, além de definir metas realistas para perda de peso. Se o ganho de peso for causado por doença física, o tratamento (se houver) para a causa subjacente deverá ser prescrito.

Referências

Boham E, Stone PM, DeBusk R. Obesity. In: Rakel RE, Rakel DP, eds. Textbook of Family Medicine. 9th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2016:chap 36.

Bray GA. Obesity. In: Feldman M, Friedman LS, Brandt LJ, eds. Sleisenger and Fordtran's Gastrointestinal and Liver Disease: Pathophysiology/Diagnosis/Management. 10th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2016:chap 7.

Seagle HM, Strain GW, Makris A, Reeves RS; American Dietetic Association. Position of the American Dietetic Association: weight management. J Am Diet Assoc. 2009;109(2):330-346. PMID: 19244669 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19244669.


Data da revisão: 8/26/2017
Revisão feita por: Linda J. Vorvick, MD, Clinical Associate Professor, Department of Family Medicine, UW Medicine, School of Medicine, University of Washington, Seattle, WA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, Brenda Conaway, Editorial Director, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com