Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade

Definição

O transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) é um problema causado pela presença de um ou mais dos seguintes achados: dificuldade de concentração, hiperatividade ou incapacidade de controlar um comportamento.

Nomes alternativos

TDA; TDAH; Hipercinesia infantil; Distúrbio de déficit de atenção; DDA

Causas

O TDAH geralmente começa na infância, mas pode continuar durante a vida adulta. O TDAH é diagnosticado mais frequentemente em meninos do que em meninas.

Não está claro o que causa o TDAH. Ele pode estar ligado a genes e fatores familiares ou sociais. Especialistas descobriram que os cérebros de crianças com TDAH são diferentes daqueles de crianças sem TDAH. Substâncias químicas presentes no cérebro também são diferentes.

Sintomas

Os sintomas de TDAH se dividem em três grupos:

Algumas pessoas com TDAH são primariamente do tipo desatento. Outras podem ter sintomas principalmente hiperativos e impulsivos. Outras podem ter uma combinação de tipos.

SINTOMAS DE DESATENÇÃO

  1. Não consegue prestar atenção em detalhes ou comete erros resultantes de descuidos no trabalho escolar
  2. Tem dificuldade de manter a atenção nas tarefas ou em jogos
  3. Parece não escutar quando falamos diretamente com ela
  4. Não segue as instruções completamente e não consegue terminar trabalhos escolares, tarefas ou deveres
  5. Tem dificuldade de organizar tarefas e atividades
  6. Evita ou não gosta de tarefas que demandem manter esforço mental (como trabalhos escolares)
  7. Perde coisas com frequência, como deveres de casa e brinquedos
  8. Distrai-se facilmente
  9. É esquecido

SINTOMAS DE HIPERATIVIDADE

  1. Mexe as mãos e o pés o tempo todo e se retorce na cadeira
  2. Levanta-se quando deve permanecer sentado
  3. Corre ou sobe em móveis em situações inapropriadas
  4. Tem dificuldade de brincar em silêncio
  5. Parece frequentemente estar "ligada na tomada"
  6. Fala excessivamente

Sintomas de impulsividade:

  1. Responde antes que as perguntas sejam completadas
  2. Tem dificuldade de aguardar a vez
  3. Interrompe ou se intromete entre os outros (se mete em conversas e jogos)

Muitos dos achados acima estão presentes em crianças em idade de crescimento. Para que esses problemas sejam diagnosticados como TDAH, eles devem estar fora da faixa normal para a idade e desenvolvimento esperado.

Sinais e exames

Não há teste que possa diagnosticar o TDAH. O diagnóstico é baseado em um padrão dos sintomas listados acima. Quando uma criança é suspeita de ter TDAH, os pais e professores são frequentemente envolvidos durante a avaliação.

A maioria das crianças com TDAH tem pelo menos um outro problema de saúde mental ou de desenvolvimento, incluindo transtornos do humor, ansiedade, abuso de substâncias, problemas de aprendizado ou tiques.

Tratamento

O tratamento para TDAH é uma parceria entre médico e o paciente. No caso de crianças, pais e professores também estão frequentemente envolvidos. Para a terapia ter sucesso, é importante:

Se o tratamento parecer não funcionar, o médico deverá:

MEDICAMENTOS

Uma combinação de medicamentos e terapia comportamental geralmente é a melhor opção de tratamento. Existem diversos tipos de medicamentos para TDAH que podem ser usados sozinhos ou em conjunto. Seu médico decidirá qual medicamento é mais adequado, dependendo dos sintomas.

Os psicoestimulantes (também conhecidos como estimulantes) são os medicamentos mais comumente usados no tratamento do TDAH. Apesar do nome, esses medicamentos na verdade têm um efeito calmante nas pessoas com TDAH.

Alguns medicamentos para TDAH têm efeitos colaterais. Entre em contato com o seu médico imediatamente se houver efeitos colaterais. Ele poderá mudar a dose ou o medicamento.

TERAPIA

Um tipo de terapia comum para pessoas com TDAH é chamada terapia comportamental. Ela ajudará a criança e a família a entender e ter controle sobre sentimentos estressantes relacionados ao TDAH. Para casos leves de TDAH, a terapia comportamental poderá ser o único tratamento necessário.

Outras dicas para ajudar seu filho com TDAH incluem:

Não existe evidência sólida de que tratamentos alternativos para TDAH como ervas, suplementos e manipulação quiroprática sejam úteis.

Expectativas (prognóstico)

O TDAH é uma condição crônica. O TDAH pode levar a:

Cerca de um terço das crianças com TDAH seguirão tendo sintomas problemáticos de desatenção ou impulsividade na idade adulta. Entretanto, os adultos costumam ser mais capazes de controlar o comportamento e mascarar as dificuldades.

Quando contatar um profissional de saúde

Procure seu médico caso você ou a escola do seu filho suspeitem que ele sofra de TDAH. Informe seu médico sobre quaisquer:

Referências

American Psychiatric Association. Attention-deficit/hyperactivity disorder. In: American Psychiatric Association. Diagnostic and statistical manual of mental disorders. 5th ed. Arlington, VA: American Psychiatric Publishing. 2013:59-66.

Prince JB, Wilens TE, Spencer TJ, Biederman J. Pharmacotherapy of attention-deficit/hyperactivity disorder across the lifespan. In: Stern TA, Fava M, Wilens TE, Rosenbaum JF, eds. Massachusetts General Hospital Comprehensive Clinical Psychiatry. 2nd ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 49.

Sprich SE, Safren SA, Finkelstein D, Remmert JE, Hammerness P. A randomized controlled trial of cognitive behavioral therapy for ADHD in medication-treated adolescents. J Child Psychol Psychiatry. 2016;57(11):1218-1226. PMID: 26990084 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26990084.

Urion DK. Attention-deficity/hyperactivity disorder. In: Kliegman RM, Stanton BF, St. Geme JW, Schor NF, eds. Nelson Textbook of Pediatrics. 20th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 33.


Data da revisão: 3/26/2018
Revisão feita por: Fred K. Berger, MD, addiction and forensic psychiatrist, Scripps Memorial Hospital, La Jolla, CA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, Brenda Conaway, Editorial Director, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com