Diabetes

Definição

O diabetes é uma doença crônica (dura a vida toda) na qual o corpo não consegue regular a quantidade de açúcar no sangue.

Nomes alternativos

Diabete; Diabetes mellitus; DM; DM tipo 1; DM tipo 2; DM1; DM2; Diabetes gestacional

Causas

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que controla a glicose sanguínea. O diabetes pode ser ocasionado por carência de insulina, pela resistência a esse hormônio ou por ambas as razões.

Para compreender o diabetes, é importante primeiro entender o processo normal pelo qual a comida é quebrada e usada pelo corpo como energia. Diversos processos acontecem quando o alimento é digerido:

Pessoas com diabetes têm alto nível de glicemia porque o corpo não consegue levar o açúcar para as células musculares e de gordura para ser usado queimado ou armazenado como fonte de energia, e porque o fígado produz e libera glicose em excesso. Isto se deve ao fato de que:

Existem dois tipos principais de diabetes. As causas e os fatores de risco são diferentes para cada tipo:

Diabetes gestacional é uma alta taxa de glicemia que se desenvolve a qualquer momento da gravidez em uma mulher que não tem diabetes.

Se seu pai, irmão ou irmã tiverem diabetes, você sua probabilidade de desenvolver a doença é maior.

Sintomas

Os níveis elevados de açúcar no sangue podem causar diversos sintomas, entre eles:

Devido ao fato de o diabetes tipo 2 se desenvolver lentamente, algumas pessoas com alto nível de glicose no sangue não sentem os sintomas.

Os sintomas do diabetes tipo 1 se desenvolvem durante um curto período de tempo. As pessoas podem estar muito doentes quando são diagnosticadas.

Após muitos anos, o diabetes pode levar a outros problemas graves:

Sinais e testes

Um exame de urina pode mostrar um nível de alto de açúcar no sangue. Entretanto, somente um exame de urina não diagnostica o diabetes.

Seu médico pode suspeitar que você tenha diabetes se o nível de açúcar no sangue estiver acima de 200 mg/dL. Para confirmar o diagnóstico, um ou mais dos exames a seguir devem ser realizados.

Exames de sangue:

A realização de exames de triagem para o diabetes tipo 2 em pessoas que não apresentam os sintomas é recomendada para:

Tratamento

Pode ocorrer remissão do diabetes tipo 2 com mudanças no estilo de vida, especialmente com perda de peso, exercício e comendo alimentação saudável. Alguns casos de diabetes tipo 2 também podem ser melhorados com a cirurgia de perda de peso.

Não há cura para diabetes tipo 1.

O tratamento de diabetes tipo 1 ou tipo 2 envolve medicamentos, dieta e exercícios para controlar o nível de açúcar no sangue.

Todos os pacientes que têm diabetes devem receber educação adequada e apoio sobre as melhores maneiras de gerenciar sua diabetes. Converse com o seu médico sobre um encaminhamento a um especialista para orientações.

Conseguir um melhor controle sobre o nível de açúcar no sangue, colesterol e pressão arterial ajuda a reduzir o risco de doença renal, doença ocular, doença do sistema nervoso, ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

Para evitar complicações do diabetes, visite seu médico pelo menos 2 a 4 vezes por ano. Fale sobre quaisquer problemas que você esteja tendo. Siga as instruções do seu médico sobre como administrar seu diabetes.

Grupos de apoio

Diabetes é uma doença crônica (por toda a vida) e não há cura.

O controle rigoroso da glicemia pode prevenir ou atrasar as complicações do diabetes, embora tais problemas possam ocorrer mesmo em pessoas com bom controle do diabetes.

Expectativas (prognóstico)

Estudos mostram que o controle dos níveis de glicemia, colesterol e pressão arterial nos diabéticos ajuda a minimizar o risco de doença hepática, ocular, do sistema nervoso, ataque cardíaco e derrame.

Complicações

Após muitos anos, o diabetes pode levar a outros problemas graves:

Prevenção

Manter o peso ideal e um estilo de vida ativo pode evitar o diabetes tipo 2. Alguns medicamentos também podem ser usados para retardar ou prevenir o início do diabetes tipo 2.

No momento, não existe nenhuma maneira de prevenir o diabetes tipo 1, mas há pesquisas promissoras que mostram que o diabetes tipo 1 pode ser adiado em algumas pessoas com alto risco.

Referências

Polonsky KS, Burant CF. Type 2 diabetes mellitus. In: Melmed S, Polonsky KS, Larsen PR, Kronenberg HM, eds. Williams Textbook of Endocrinology. 13th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2014:chap 31.

Standards of medical care in diabetes - 2016: summary of revisions. Diabetes Care. 2016:39 Suppl 1:S4-S5. PMID 26696680 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26696680.


Data da revisão: 7/24/2015
Revisão feita por: Brent Wisse, MD, Associate Professor of Medicine, Division of Metabolism, Endocrinology & Nutrition, University of Washington School of Medicine, Seattle, WA. Internal review and update on 09/01/2016 by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com