Calázio

Definição

O calázio é uma pequena protuberância na pálpebra causada por um bloqueio de uma glândula produtora de um fluido que lubrifica o olho.

Nomes alternativos

Lipogranuloma da glândula meibomiana

Causas

Um calázio é causado por um duto bloqueado em uma das glândulas meibomianas. Estas glândulas estão localizadas na pálpebra diretamente atrás dos cílios e produzem um líquido fino e oleoso que lubrifica o olho.

Sintomas

O calázio muitas vezes se desenvolve após um hordéolo interno (também chamado terçol). A pálpebra geralmente fica sensível, vermelha, inchada e quente. Às vezes, a glândula bloqueada causando o terçol não drenará mesmo que a vermelhidão e inchaço tenham ido embora. A glândula vai formar um nódulo firme e endurecido na pálpebra que é chamado de calázio.

Sinais e exames

Um exame da pálpebra confirma o diagnóstico.

Raramente, câncer de pele da pálpebra pode parecer um calázio. Se houver suspeita de câncer, o médico poderá solicitar uma biópsia.

Tratamento

Um calázio desaparece frequentemente sem tratamento em aproximadamente um mês.

Se o calázio continua a aumentar, ele pode precisar ser removido com cirurgia. Esta é feita mais frequentemente pelo interior da pálpebra para evitar uma cicatriz na pele.

Injeção de esteroide é outra opção de tratamento.

Expectativas (prognóstico)

O calázio normalmente se cura sozinho. O resultado com o tratamento geralmente é excelente.

Complicações

Raramente, um calázio vai se curar sozinho podendo deixar uma cicatriz na pálpebra. Este problema é mais comum após a cirurgia de calázio, mas ainda é raro. Você pode perder alguns cílios ou você pode ter um pequeno entalhe na borda da pálpebra. A complicação mais comum é uma recorrência do problema.

Quando contatar um profissional de saúde

Consulte o seu médico se caroços na pálpebra continuarem a aumentar apesar do tratamento, ou se você tiver uma área de perda de cílios.

Prevenção

Para evitar calázios ou terçóis, pode ser útil esfregar delicadamente a borda da pálpebra na linha dos cílios todas as noites. Use lenços umedecidos para limpeza dos olhos ou xampu infantil diluído.

Aplique pomada antibiótica prescrita pelo seu médico depois de esfregar as pálpebras.

Referências

Neff AG, Carter KD. Benign eyelid lesions In: Yanoff M, Duker JS, eds. Ophthalmology. 4th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2014:chap 12.9.

Shields CL, Lally SE, Shields JA. Tumors of the eyelids. In: Tasman W, Jaeger EA, eds. Duane's Ophthalmology. 2013 ed. Philadelphia, PA: Lippincott Williams & Wilkins; 2013:vol 4; chap 3.

Yanoff M, Cameron JD. Diseases of the visual system. In: Goldman L, Schafer AI, eds. Goldman-Cecil Medicine. 25th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2016:chap 423.


Data da revisão: 12/19/2016
Revisão feita por: Franklin W. Lusby, MD, ophthalmologist, Lusby Vision Institute, La Jolla, CA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, Brenda Conaway, Editorial Director, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com