Descontinuação de opiáceos

Definição

Opiáceos são medicamentos usados para tratar a dor. O termo narcótico refere-se a qualquer tipo de droga com mecanismo de ação semelhante.

Se você interromper ou reduzir o uso dessas drogas após uso regular por algumas semanas ou mais, você poderá apresentar diversos sintomas de abstinência.

Nomes alternativos

Retirada de opioides; Uso de substâncias - retirada de opiáceos; Abuso de substâncias - retirada de opiáceos; Abuso de drogas - retirada de opiáceos; Abuso de narcótico - abstinência de opiáceos; Metadona - abstinência de opiáceos; Medicamentos para dor - retirada de opiáceos; Abuso de heroína - retirada de opiáceos; Abuso de morfina - retirada de opiáceos; Meperidina - abstinência de opiáceos; Oxicodona - abstinência de opiáceos; Hidrocodona - retirada de opiáceos; Desintoxicação - opiáceos

Causas

Algumas pessoas podem usar narcóticos como substâncias de abuso, sem prescrição por um médico ou em dose diferente da prescrita. Analgésicos narcóticos incluem:

Estas drogas podem causar dependência física. Isto significa que a pessoa conta com a droga para prevenir os sintomas da abstinência. Com o tempo, quantidades maiores da droga tornam-se necessárias para produzir o mesmo efeito. Isso é chamado tolerância.

O tempo que leva para tornar-se fisicamente dependente varia para cada indivíduo.

Quando a pessoa descontinua o consumo da droga, o corpo precisa de tempo para recuperar-se e surgem os sintomas da abstinência. A abstinência de opiáceos ocorre quando um uso crônico é descontinuado ou reduzido.

Sintomas

Os sintomas iniciais da abstinência incluem:

Os sintomas tardios da abstinência incluem:

As reações da abstinência de opiáceos são muito desconfortáveis, mas não reapresentam ameaça de vida. Os sintomas normalmente começam 12 horas após o último uso de heroína e após 30 horas da última exposição à metadona.

Sinais e exames

Frequentemente, o seu médico diagnosticará a abstinência de opiáceos após realizar um exame físico e algumas perguntas sobre o histórico médico e o uso de drogas.

Exames de sangue e urina para vestígios de drogas podem confirmar o uso de opiáceos.

Outros exames poderão ser solicitados, dependendo do caso. Eles incluem:

Tratamento

A retirada dessas drogas por conta própria pode ser muito difícil, além de perigosa. O tratamento geralmente envolve medicamentos, aconselhamento e apoio. Você e seu médico discutirão seus objetivos de tratamento.

A retirada pode ocorrer em várias configurações:

MEDICAMENTOS

A metadona alivia os sintomas de abstinência e ajuda na desintoxicação. Ela também pode ser utilizada como medicamento de manutenção a longo prazo no tratamento da dependência de opiáceos. Após um período de manutenção, a dose pode ser diminuída lentamente, ajudando a reduzir a intensidade dos sintomas de abstinência.

Algumas pessoas permanecem usando metadona por vários anos.

A buprenorfina trata a abstinência de opiáceos e pode encurtar o tempo de desintoxicação. Ela também pode ser usada para manutenção a longo prazo. A buprenorfina pode ser combinada com a naloxona, ajudando a prevenir a dependência e uso indevido.

A clonidina é usada para ajudar a reduzir a ansiedade, agitação, dores musculares, sudorese, corrimento nasal e cólicas. Ela não ajuda a reduzir a vontade de usar a droga.

Outros medicamentos podem usados para:

A naltrexona pode ajudar a prevenir a recaída.

As pessoas que passam por retirada repetidamente geralmente devem ser tratadas com metadona a longo prazo ou manutenção com buprenorfina.

A maioria das pessoas precisa de tratamento a longo prazo após a desintoxicação, incluindo:

Qualquer pessoa que tem alta de uma clínica de desintoxicação para opiáceos deve ser avaliada para depressão e outras doenças mentais. Tratar esses distúrbios pode reduzir o risco de recaída. Medicamentos antidepressivos devem ser administrados se necessário.

Grupos de Apoio

Grupos de apoio, como os Narcóticos Anônimos, podem ser de grande ajuda para pessoas viciadas em opiáceos.

Expectativas (prognóstico)

A abstinência de opiáceos é dolorosa, mas normalmente não representa ameaça de vida.

Complicações

As complicações incluem vômitos e aspiração do conteúdo estomacal para os pulmões, podendo causar infecção pulmonar. Vômitos e diarreia podem causar desidratação e alterações químicas e minerais (eletrólitos) no corpo.

A maior complicação é o retorno ao uso de drogas. A maior parte das mortes por overdoses de opiáceos ocorre em pessoas que tiveram uma recente descontinuação ou desintoxicação. Já que a descontinuação reduz a tolerância à droga, quem acabou de passar por uma descontinuação pode ter overdoses com uma quantidade muito menor do que a quantidade que costumava usar.

Quando contatar um profissional de saúde

Consulte o seu médico se você estiver utilizando ou descontinuando opiáceos.

Referências

Bardsley CH. Opioids. In: Marx JA, Hockberger RS, Walls RM, et al, eds. Rosen's Emergency Medicine. 8th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2014:chap.162.

Center for Behavioral Health Statistics and Quality. (2015). Behavioral health trends in the United States: Results from the 2014 National Survey on Drug Use and Health (HHS Publication No. SMA 15-4927, NSDUH Series H-50). www.samhsa.gov/data/sites/default/files/NSDUH-FRR1-2014/NSDUH-FRR1-2014.pdf. Accessed April 18, 2016.

Kampman K, Jarvis M. American Society of Addiction Medicine (ASAM) National Practice Guideline for the Use of Medications in the Treatment of Addiction Involving Opioid Use. J Addict Med. 2015;9(5):358-367. PMID: 26406300 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26406300.


Data da revisão: 4/20/2016
Revisão feita por: Jacob L. Heller, MD, MHA, Emergency Medicine, Virginia Mason Medical Center, Seattle, WA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com