Herpes-zóster

Definição

O herpes-zóster, popularmente conhecido como cobreiro, é uma erupção cutânea dolorosa com bolhas causada pelo vírus varicela-zóster, o vírus que causa a catapora.

Nomes alternativos

Cobreiro

Causas

Quando você tem catapora, o vírus permanece inativo (se torna dormente) em alguns nervos do corpo. O cobreiro ocorre quando o vírus se torna ativo novamente nesses nervos muitos anos depois. É importante ressaltar que algumas pessoas têm uma infecção por catapora muito leve e podem nem perceber que tiveram a doença.

A razão pela qual o vírus se torna ativo novamente não está clara. Normalmente, acontece somente um ataque.

O cobreiro pode se desenvolver em qualquer faixa etária, mas é mais provável que ocorra se você:

Se uma pessoa que não teve catapora ou não se vacinou contra a catapora tiver contato direto com as lesões do cobreiro, ele poderá desenvolver catapora e não cobreiro.

Sintomas

O primeiro sintoma normalmente é uma dor, formigamento ou queimação em um lado do corpo. A dor e a queimação podem ser graves e normalmente estão presentes antes do aparecimento de erupções.

Manchas vermelhas na pele, seguidas por pequenas bolhas, se formam na maioria das pessoas.

Sintomas adicionais podem incluir:

Você também poderá apresentar dor, fraqueza muscular e erupções envolvendo diferentes partes da face se o cobreiro afetar um nervo do rosto. Os sintomas podem incluir:

Sinais e exames

Seu médico pode fazer o diagnóstico olhando a sua pele e fazendo perguntas sobre seu histórico clínico.

Os exames raramente são necessários, mas podem incluir a coleta de uma amostra de pele para ver se está infectada com o vírus que causa o cobreiro.

Exames de sangue podem mostrar um aumento nos glóbulos brancos e anticorpos contra o vírus da catapora, mas não podem confirmar que a erupção se deve ao cobreiro.

Tratamento

Seu médico pode receitar um medicamento que combate o vírus, chamado antiviral. Os remédios ajudam a diminuir a dor e as complicações e reduzem o tempo de duração da doença.

Deve-se começar com os medicamentos dentro de 72 horas após o início da dor ou da queimação e é preferível fazê-lo antes do aparecimento das bolhas. Os medicamentos normalmente são em forma de comprimido. Algumas pessoas podem precisar tomar o medicamento através da veia (via intravenosa).

Alguns medicamentos anti-inflamatórios fortes chamados corticoides, como a prednisona, podem ser usados para reduzir o inchaço e a dor. Essas drogas não funcionam em todos os pacientes.

Outros medicamentos podem incluir:

Siga as recomendações do seu médico sobre cuidados em casa.

Outras medidas incluem:

A pessoa pode precisar ficar isolada enquanto as lesões estejam com secreções para evitar contaminar outras pessoas que nunca tiveram catapora, principalmente mulheres grávidas.

Expectativas (prognóstico)

O herpes-zóster normalmente é curado em 2 ou 3 semanas e raramente reaparece. Se o vírus afetar os nervos que controlam os movimentos (os nervos motores), você poderá ter fraqueza ou paralisia temporárias ou permanentes.

Às vezes, a dor na área onde o cobreiro ocorreu pode durar de meses a anos. Isso é conhecido como neuralgia pós-herpética. Ela ocorre quando há lesão do nervo após uma crise de herpes-zóster. A dor varia de leve a grave. A neuralgia pós-herpética é mais comum em pessoas com mais de 60 anos.

Complicações

Outras complicações podem incluir:

Quando contatar um profissional de saúde

Ligue para o seu médico se tiver sintomas de cobreiro, principalmente se tiver um sistema imunológico enfraquecido ou se os sintomas persistirem ou piorarem. O cobreiro que afeta os olhos poderá levar à cegueira permanente se você não receber atendimento de emergência.

Prevenção

Evite tocar as erupções e bolhas de pessoas que têm cobreiro ou catapora se você nunca teve catapora nem tomou a vacina contra a catapora.

Existe vacina contra herpes-zóster. É uma vacina diferente da vacina contra a catapora. Adultos mais velhos que recebem a vacina contra herpes-zóster têm menor probabilidade de ter complicações do cobreiro.

Referências

Habif TP. Warts, herpes simplex, and other viral infections. In: Habif TP, ed. Clinical Dermatology. 6th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 12.

Whitley RJ. Chickenpox and herpes zoster (varicella-zoster virus). In: Bennett JE, Dolin R, Blaser MJ, eds. Mandell, Douglas, and Bennett's Principles and Practice of Infectious Diseases, Updated Edition. 8th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2015:chap 139.


Data da revisão: 11/27/2016
Revisão feita por: Arnold Lentnek, MD, Infectious Diseases Medical Practice of NY and Clinical Research Centers of CT. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, Brenda Conaway, Editorial Director, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com