Faringite - dor de garganta

Definição

A faringite, ou dor de garganta, causa desconforto, dor ou coceira na garganta. Há normalmente dor ao engolir.

Nomes alternativos

Faringite - bacteriana; Dor de garganta

Causas

A faringite é causada por inflamação da faringe, a parte posterior da garganta, entre as amígdalas e as cordas vocais (laringe).

A maior parte das dores de garganta é causada por uma infecção viral, como resfriado, gripe, vírus Coxsackie ou mononucleose.

Bactérias que podem causar faringite incluem:

A maioria dos casos de faringite acontece nos meses mais frios. A doença frequentemente se dissemina entre os membros da mesma família ou contatos próximos.

Sintomas

O principal sintoma é a dor de garganta.

Outros sintomas possíveis incluem:

Sinais e exames

O médico fará um exame físico e observará a garganta.

Um teste rápido ou cultura da garganta poderão ser feitos para descartar a faringite estreptocócica. Outros exames de laboratório podem ser feitos, dependendo da causa suspeita.

Tratamento

A maior parte das dores de garganta é causada por vírus. Os antibióticos não ajudam. Usá-los para tratar infecções virais ajuda a fortalecer as bactérias e torná-las resistentes aos antibióticos.

O médico poderá prescrever antibióticos em alguns casos, incluindo:

Se a causa for gripe (influenza), medicamentos antivirais podem ser úteis.

As seguintes medidas podem ajudar a aliviar os sintomas:

Complicações

As complicações podem incluir:

Quando contatar um profissional de saúde

Entre em contato com o seu médico se você:

Procure atendimento médico imediatamente se tiver dor de garganta e dificuldade para respirar.

Referências

Flores AR, Caserta MT. Pharyngitis. In: Bennett JE, Dolin R, Blaser MJ, eds. Mandell, Douglas, and Bennett's Principles and Practice of Infectious Diseases. 8th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2015:chap 59.

Frye R, Bailey J, Blevins AE. Clinical inquiries. Which treatments provide the most relief for pharyngitis pain? J Fam Pract. 2011;60(5):293-294. PMID: 21544279 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21544279.

Shulman ST, Bisno AL, Clegg HW, et al. Clinical practice guideline for the diagnosis and management of group A streptococcal pharyngitis: 2012 update by the Infectious Diseases Society of America. Clin Infect Dis. 2012;55(10):e86-e102. PMID: 22965026 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22965026.

Tanz RR. Acute pharyngitis. In: Kliegman RM, Stanton BF, St Geme JW III, Schor NF, eds. Nelson Textbook of Pediatrics. 20th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 381.

van Driel ML, De Sutter AIM, Keber N, Habraken H, Christiaens T. Different antibiotic treatments for group A streptococcal pharyngitis. Cochrane Database Syst Rev. 2013;4:CD004406. PMID: 23633318 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23633318.


Data da revisão: 11/1/2015
Revisão feita por: Linda J. Vorvick, MD, Medical Director and Director of Didactic Curriculum, MEDEX Northwest Division of Physician Assistant Studies, Department of Family Medicine, UW Medicine, School of Medicine, University of Washington, Seattle, WA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com