Doença renal crônica

Definição

A doença renal crônica é a perda lenta do funcionamento dos rins. A principal função dos rins é remover os resíduos e o excesso de água do organismo.

Nomes alternativos

Insuficiência dos rins - crônica; Insuficiência renal - crônica; Insuficiência renal crônica; Falência renal crônica; Falência crônica dos rins

Causas

A doença renal crônica piora lentamente com o tempo. Nos primeiros estágios, pode ser assintomática. A perda de função pode ser tão lenta que você pode não ter sintomas até que seus rins tenham parado de funcionar quase completamente.

O estágio final da doença renal é chamado de falência renal crônica. Nesse estágio, os rins já não conseguem remover resíduos e excesso de líquidos do corpo. Nesse ponto, você pode precisar de diálise ou de um transplante de rim.

Diabetes e hipertensão são as duas causas mais comuns e responsáveis pela maioria dos casos.

Muitas outras doenças podem prejudicar os rins, inclusive:

A doença renal crônica leva a um acúmulo de líquido e resíduos no organismo. Essa doença afeta a maioria dos sistemas e funções do organismo, incluindo:

Sintomas

Os primeiros sintomas da doença renal crônica também ocorrem com frequência em outras doenças. Esses sintomas podem ser os únicos sinais da doença renal até que a doença esteja mais avançada.

Os sintomas podem incluir:

Outros sintomas que podem aparecer, principalmente quando o funcionamento dos rins piora:

Sinais e testes

A hipertensão está quase sempre presente durante todos os estágios da doença renal. Um exame neurológico pode mostrar sinais de dano nervoso. O médico pode escutar com um estetoscópio ruídos anormais no coração ou nos pulmões.

Um exame de urina pode mostrar presença de proteínas ou outras alterações. Essas alterações podem aparecer de 6 a 10 meses, ou mais, antes do aparecimento dos sintomas.

Os exames que verificam o funcionamento dos rins abrangem:

A doença renal crônica altera os resultados de vários exames. Você vai precisar realizar os seguintes exames a cada 2 a 3 meses em caso de piora da doença renal:

Outros testes que ajudam no diagnóstico da causa ou do tipo de doença renal incluem:

Esta doença também pode alterar os resultados dos seguintes exames:

Tratamento

Controlar a pressão arterial é a chave para atrasar maiores danos renais.

Mudanças no estilo de vida podem ajudar a proteger os rins, assim como prevenir cardiopatias e derrames:

Sempre consulte seu nefrologista antes de tomar qualquer medicamento de venda livre, vitamina ou suplemento de plantas medicinais. Certifique-se de que todos os médicos que você consultar saibam que você sofre de doença renal crônica.

Outros tratamentos podem incluir:

Talvez seja preciso alterar sua dieta.

Todos os pacientes que sofrem de doença renal crônica devem ter as vacinas em dia, incluindo:

Grupos de apoio

Algumas pessoas podem achar benéfico participar de um grupo de suporte com outros pacientes com doença renal.

Expectativas (prognóstico)

Muitas pessoas somente são diagnosticadas com doença renal quando já perderam grande parte da função renal.

Não há cura para a doença renal crônica. Evolução para falência renal terminal e a rapidez dessa evolução dependerão:

A falência renal é o estágio final da doença renal crônica, quando os rins não conseguem mais suprir as necessidades do corpo.

Seu médico irá discutir com você a necessidade de diálise. A diálise remove resíduos do seu sangue quando os seus rins não conseguem mais realizar o seu trabalho.

Na maioria dos casos, você vai precisar de diálise quando restar apenas 10 a 15% da função renal.

Mesmo pessoas que estão aguardando um transplante renal podem precisar de diálise enquanto aguardam.

Complicações

Complicações podem incluir:

Prevenção

O tratamento da doença que está causando o problema pode ajudar a prevenir ou retardar a doença renal crônica. As pessoas que sofrem de diabetes devem controlar os níveis de glicemia e a pressão arterial e não devem fumar.

Referências

Fogarty DG, Taal MW. A stepped care approach to the management of chronic kidney disease. In: Skorecki K, Chertow GM, Marsden PA, Taal MW, Yu ASL, eds. Brenner and Rector's The Kidney. 10th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 62.

Quarles LD. Therapeutic approach to chronic kidney disease - mineral bone disorder. In: Skorecki K, Chertow GM, Marsden PA, Taal MW, Yu ASL, eds. Brenner and Rector's The Kidney. 10th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 63.


Data da revisão: 7/16/2019
Revisão feita por: Walead Latif, MD, Nephrologist and Clinical Associate Professor, Rutgers Medical School, Newark, NJ. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, Brenda Conaway, Editorial Director, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com