Osteoartrite

Definição

A osteoartrite é o distúrbio mais comum das articulações. Ela ocorre com o envelhecimento e o desgaste da articulação.

Nomes alternativos

Osteoartrite hipertrófica; Osteoartrose; Doença degenerativa das articulações; OA; Artrite - osteoartrite

Causas

A cartilagem é o tecido fino e emborrachado que reveste os ossos nas articulações e permite que os ossos deslizem uns sobre os outros. Com o desgaste da cartilagem, pode haver atrito entre os ossos, causando dor, inchaço e rigidez.

À medida que a osteoartrite piora, bicos de papagaio ou esporões podem se formar ao redor da articulação. Os ligamentos e os músculos ao redor da articulação ficam mais fracos e rígidos.

Antes dos 55 anos, a osteoartrite ocorre com frequência similar em homens e mulheres. Após os 55 anos, ela é mais comum em mulheres.

Outros fatores também podem levar à osteoartrite.

Condições médicas que podem causar a osteoartrite incluem:

Sintomas

Os sintomas de osteoartrite iniciam na meia idade. Aos 70 anos, quase todas as pessoas têm sintomas.

Dor e rigidez nas articulações são os sintomas mais comuns. A dor é muitas vezes pior depois do exercício e quando peso ou pressão são colocados na articulação.

Suas articulações ficam mais rígidas e duras de mover com o tempo. Você poderá perceber um som de fricção, atrito ou estalido ao mover as articulações.

O termo rigidez matinal refere-se à dor e à rigidez que as pessoas sentem quando se levantam pela manhã. A rigidez geralmente dura no máximo 30 minutos. Ela pode durar mais se há inflamação da articulação. A rigidez geralmente melhora com atividade leve, permitindo o aquecimento da articulação.

Durante o dia, a dor pode piorar com a atividade e melhorar quando você estiver descansando. À medida que a osteoartrite piora, você pode ter dor mesmo durante o repouso. A dor pode até fazer você acordar de noite.

Algumas pessoas podem não ter sintomas, embora as radiografias mostrem as alterações da osteoartrite.

Sinais e testes

O médico realizará um exame físico e fará perguntas sobre os seus sintomas. O exame poderá mostrar:

Não existem exames de sangue que auxiliem no diagnóstico da osteoartrite.

Um raio-X das articulações afetadas mostrará uma perda do espaço da articulação. Em casos avançados, haverá desgaste das extremidades dos ossos e esporões.

Tratamento

A osteoartrite não pode ser curada. É muito provável que ela se torne pior com o tempo. Entretanto, os sintomas podem ser controlados.

Embora seja possível fazer cirurgias, outras terapias podem melhorar a dor e tornar sua vida melhor. Esses tratamentos não curam a artrite, mas eles podem adiar a cirurgia.

MEDICAMENTOS

Analgésicos podem ajudar nos sintomas.

O paracetamol é geralmente o tratamento inicial prescrito pelos médicos. Nunca ultrapasse a dose de 3.000 mg por dia. Sempre consulte o seu médico antes de tomar medicação, especialmente se você tiver doença do fígado.

Suplementos incluem:

MUDANÇAS NO ESTILO DE VIDA

Os exercícios podem ajudar a manter o movimento geral e das articulações. Peça a seu médico que recomende uma rotina apropriada de exercícios. Os exercícios aquáticos, como a natação, são especialmente úteis.

Outras recomendações sobre estilo de vida incluem:

À medida que a dor da osteoartrite no quadril ou no joelho aumentar, manter as atividades diárias pode se tornar mais difícil ou doloroso. Fazer algumas mudanças na sua casa pode diminuir o estresse nas articulações e aliviar um pouco a dor. Se o seu trabalho estiver causando estresse em determinadas articulações, você pode precisar fazer ajustes na sua área de trabalho ou alterar suas funções.

FISIOTERAPIA

A fisioterapia pode ajudar a fortalecer os músculos, a movimentação de articulações rígidas e o seu senso de equilíbrio. Se você não melhorar com a fisioterapia depois de 6 a 8 semanas, ela provavelmente não funcionará para você.

A massagem também pode trazer alívio de curta duração para a dor. Consulte um profissional experiente que entenda como trabalhar com articulações sensíveis.

ÓRTESES

Em alguns casos, as férulas e as órteses podem sustentar articulações fragilizadas. Algumas impedem o movimento da articulação, enquanto outras permitem algum movimento. Use órteses somente quando o uso for recomendado por seu médico ou fisioterapeuta. O uso incorreto de uma órtese pode causar lesões, rigidez e dor na articulação.

TRATAMENTOS ALTERNATIVOS

A acupuntura é um tratamento baseado na medicina chinesa. Acredita-se que as agulhas estimulam certos pontos do corpo, liberando substâncias que diminuem a dor. A acupuntura pode proporcionar alívio da dor no curto prazo.

A S-adenosilmetionina é uma forma sintética de um bioproduto natural do organismo. Ela pode ajudar a reduzir a inflamação a a dor.

CIRURGIA

Casos graves podem necessitar de cirurgia para substituir ou reparar as articulações lesionadas. As opções cirúrgicas incluem:

Expectativas (prognóstico)

Pode haver limitação do movimento com o passar do tempo. Atividades diárias, como higiene pessoal, tarefas domésticas e cozinhar, podem se tornar um desafio. O tratamento geralmente melhora os sintomas.

Complicações

Quando contatar um profissional de saúde

Consulte um profissional da área da saúde se houver piora dos sintomas de osteoartrite.

Prevenção

Tente não usar excessivamente uma articulação dolorosa no trabalho ou durante atividade física. Mantenha um peso corporal normal. Mantenha os músculos em torno de suas articulações fortes, especialmente as articulações que sustentam peso como joelho, quadril e tornozelo.

Referências

Hochberg MC, Altman RD, April KT, et al. American College of Rheumatology 2012 recommendations for the use of nonpharmacologic and pharmacologic therapies in osteoarthritis of the hand, hip, and knee. Arthritis Care Res. 2012;4:465-474. PMID: 22563589 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22563589.

Lozada CG. Treatment of osteoarthritis. In: Firestein GS, Budd RC, Gabriel SE, McInnes IB, O'Dell JR, eds. Kelly's Textbook of Rheumatology. 9th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2013:chap 100.

Nelson AE, Jordan JM. Clinical features of osteoarthritis. In: Firestein GS, Budd RC, Gabriel SE, McInnes IB, O'Dell JR, eds. Kelly's Textbook of Rheumatology. 9th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2013:chap 99.


Data da revisão: 1/31/2016
Revisão feita por: Laura J. Martin, MD, MPH, ABIM Board Certified in Internal Medicine and Hospice and Palliative Medicine, Atlanta, GA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com