Próstata aumentada

Definição

A próstata é uma glândula reprodutiva masculina que produz o fluido que carrega o esperma durante a ejaculação. Ela envolve a uretra, tubo através do qual a urina sai do corpo.

Uma próstata aumentada significa que houve crescimento da glândula. O aumento da próstata acontece em quase todos os homens, conforme eles envelhecem.

O aumento da próstata é frequentemente chamado de hiperplasia prostática benigna (HPB) ou hipertrofia prostática benigna. Não é um câncer e não aumenta o risco de câncer de próstata.

Nomes alternativos

HPB; Hipertrofia (hiperplasia) prostática benigna; Próstata - aumentada

Causas

A causa exata do aumento da próstata é desconhecida. Fatores relacionados ao envelhecimento e aos próprios testículos podem desempenhar um papel no crescimento da glândula, assim como níveis de testosterona. Os homens que tiveram os testículos extirpados em idade precoce (por exemplo, como consequência de câncer testicular) não desenvolvem HPB.

De modo similar, se os testículos são extirpados após o aparecimento de HPB, a próstata começa a diminuir de tamanho.

Alguns fatos sobre o aumento da próstata:

Sintomas

Menos da metade dos homens com HPB tem os sintomas da doença, que incluem:

Sinais e testes

Depois de fazer um histórico médico completo, seu médico realizará o exame retal digital para palpar a glândula prostática. Os seguintes exames também podem ser realizados:

Além disso, você pode ser solicitado a completar um formulário para avaliar a gravidade de seus sintomas e o impacto deles na sua vida diária. A pontuação pode ser comparada com registros anteriores para determinar se a doença está piorando.

Tratamento

A escolha do tratamento se baseia na gravidade dos sintomas, na dimensão do impacto na sua vida diária e na presença de qualquer outra doença. As opções de tratamento abrangem "espera vigilante", mudanças no estilo de vida, medicação ou cirurgia.

Se você tiver mais de 60 anos, terá maior probabilidade de apresentar sintomas. Entretanto, muitos homens com a próstata aumentada têm somente sintomas brandos. As medidas de autocuidado são geralmente suficientes para fazer você se sentir melhor.

Se você tem HPB, deve fazer um exame anual para monitorar a progressão dos seus sintomas e determinar se são necessárias alterações no tratamento.

AUTOCUIDADO

Para sintomas leves:

MEDICAMENTOS

Os bloqueadores alfa-1 são medicamentos também usados para tratar a pressão arterial alta. Esses medicamentos relaxam os músculos da próstata e do colo da bexiga, facilitando a micção. A maioria das pessoas tratadas com medicamentos bloqueadores alfa-1 observa melhora dos sintomas.

A finasterida e a dutasterida diminuem os níveis dos hormônios produzidos pela próstata. Esses medicamentos também reduzem o tamanho da glândula prostática, aumentam a taxa do fluxo de urina e diminuem os sintomas de HPB. Pode levar de 3 a 6 meses para notar uma grande melhora em seus sintomas. Os potenciais efeitos colaterais relacionados ao uso da finasterida e da dutasterida incluem diminuição do desejo sexual e impotência.

Podem ser prescritos antibióticos para tratar a prostatite crônica (inflamação da próstata), que pode acompanhar a HPB. Alguns homens notam alívio dos sintomas da HPB após um tratamento com antibióticos.

Observe se alguma medicação que você usa causa piora dos sintomas e discuta com o seu médico.

SERENOA REPENS

Foram feitos experimentos com muitas ervas para o tratamento da próstata aumentada. A Serenoa repens é utilizada por muitos homens para aliviar os sintomas da HPB e é frequentemente recomendada como uma alternativa à medicação. Alguns estudos mostram que ela pode auxiliar nos sintomas, mas os resultados são inconclusivos. São necessários mais estudos. Se você utiliza a Serenoa repens e acha que ela funciona, pergunte ao seu médico se deve continuar a usá-la.

CIRURGIA

A cirurgia prostática pode ser recomendada se você tiver:

A escolha de um procedimento cirúrgico específico geralmente se baseia na gravidade dos sintomas, no tamanho e na forma da glândula prostática. A maioria dos homens submetidos à cirurgia prostática tem melhoras nas taxas de fluxo de urina e nos sintomas.

Outros procedimentos menos invasivos usam calor ou laser para a destruição do tecido prostático. Outro procedimento menos invasivo é realizado pelo isolamento da próstata sem a destruição de tecido. Nenhuma dessas técnicas é comprovadamente melhor que a RTUP. Os pacientes que foram submetidos a procedimentos menos invasivos têm maior probabilidade de necessitar de cirurgia novamente após 5 ou 10 anos. Entretanto, esses procedimentos podem ser uma boa opção para:

Grupos de apoio

Alguns homens podem achar útil participar de um grupo de apoio para pacientes com HPB.

Complicações

Os homens que sofrem de HPB há muito tempo com aumento gradual dos sintomas podem desenvolver:

Mesmo depois do tratamento cirúrgico, com o tempo pode haver uma nova ocorrência de HPB.

Quando contatar um profissional de saúde

Entre em contato com o seu médico imediatamente se apresentar:

Também procure seu médico se:

Referências

Andersson KE, Wein AJ. Pharmacologic management of lower urinary tract storage and emptying failure. In: Wein AJ, Kavoussi LR, Partin AW, Peters CA, eds. Campbell-Walsh Urology. 11th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 79.

Ferri FF. Prostatic hyperplasia, benign. In: Ferri FF, ed. Ferri's Clinical Advisor 2018. Philadelphia, PA: Elsevier; 2018:1075-1076.

McNicholas TA, Speakman MJ, Kirby RS. Evaluation and nonsurgical management of benign prostatic hyperplasia. In: Wein AJ, Kavoussi LR, Partin AW, Peters CA eds. Campbell-Walsh Urology. 11th ed. Philadelphia, PA: Elsevier; 2016:chap 104.

National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases website. Prostate enlargement (benign prostatic hyperplasia). www.niddk.nih.gov/health-information/urologic-diseases/prostate-problems/prostate-enlargement-benign-prostatic-hyperplasia. Updated September 2014. Accessed September 15, 2017.


Data da revisão: 7/31/2019
Revisão feita por: Sovrin M. Shah, MD, Assistant Professor, Department of Urology, The Icahn School of Medicine at Mount Sinai, New York, NY. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, Brenda Conaway, Editorial Director, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com