Carcinoma hepatocelular

Definição

Carcinoma hepatocelular é um câncer primário do fígado.

Nomes alternativos

Carcinoma primário do fígado; Tumor - fígado; Câncer de fígado; Câncer - fígado

Causas

O carcinoma hepatocelular é responsável pela maior incidência de câncer de fígado. Este tipo de câncer ocorre com mais frequência em homens do que em mulheres. Geralmente, é observado em pessoas de 50 anos.

O carcinoma hepatocelular não é o mesmo que câncer metastático do fígado, que é originado em outro órgão (como mama ou cólon) e se dissemina para o fígado.

Na maioria dos casos, o câncer de fígado é causado por lesão e cicatrização crônicas do fígado (cirrose). A cirrose pode ser causada por:

Pacientes com hepatite B ou C estão em risco de desenvolver câncer de fígado, mesmo não apresentando cirrose.

Sintomas

Sintomas incluem:

Sinais e testes

O médico realizará um exame físico e fará perguntas sobre os seus sintomas. O exame físico poderá mostrar um fígado aumentado e doloroso, ou outros sinais de cirrose.

Se há suspeita de câncer de fígado, exames que podem ser solicitados, incluindo:

Alguns pacientes de alto risco podem realizar exames de sangue e ultrassons periódicos para verificar se tumores estão se desenvolvendo.

Para o diagnóstico preciso de carcinoma hepatocelular, uma biópsia do tumor deverá ser realizada.

Tratamento

O tratamento dependerá de quão avançado está o tumor (estágio do câncer).

A cirurgia poderá ser feita se o tumor não tiver se espalhado. Antes da cirurgia, o tumor pode ser tratado com quimioterapia para reduzir o seu tamanho. Isso poderá feito através da administração do medicamento diretamente no fígado com um cateter ou por via intravenosa.

Tratamentos envolvendo radiação da área do câncer também podem ser úteis. No entanto, o uso de radiação é mais difícil em pessoas com cirrose hepática ou outras doenças do fígado.

Ablação (destruição) é outro método que pode ser usado. A ablação pode ser feita através de:

Transplante de fígado pode ser recomendado para certas pessoas que têm câncer e cirrose.

Se o câncer não puder ser removido cirurgicamente ou se houver metástase para fora do fígado, geralmente não há chance de cura no longo prazo. Neste caso, o objetivo do tratamento é melhorar e aumentar a sobrevida. Quimioterapia por via oral ou intravenosa poderá ser usada.

Grupos de apoio

Você pode reduzir o estresse da doença participando de um grupo de apoio em que os membros compartilham experiências e problemas comuns.

Expectativas (prognóstico)

Se o câncer não puder ser removido completamente, a doença costuma ser fatal dentro de 3 a 6 meses. No entanto, a taxa de sobrevivência pode variar, dependendo do estágio do câncer no momento do diagnóstico e da resposta ao tratamento.

Quando contatar um profissional de saúde

Procure seu médico se você desenvolver dor abdominal persistente, principalmente se tiver histórico de alguma doença hepática.

Prevenção

Medidas preventivas incluem:

Referências

Abou-Alfa GK, Jarnagin W, Lowery M, et al. Liver and bile duct cancer. In: Niederhuber JE, Armitage JO, Doroshow JH, Kastan MB, Tepper JE, eds. Abeloff's Clinical Oncology. 5th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Churchill Livingstone; 2014:chap 80.

Di Bisceglie AM, Befeler AS. Hepatic tumors and cysts. In: Feldman M, Friedman LS, Brandt LJ, eds. Sleisenger and Fordtran's Gastrointestinal and Liver Disease: Pathophysiology/Diagnosis/Management. 10th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2016:chap 96.

National Cancer Institute. PDQ Adult primary liver cancer treatment. www.cancer.gov/types/liver/hp/adult-liver-treatment-pdq. Updated July 31, 2015. Accessed September 24, 2015.

National Comprehensive Cancer Network. NCCN Clinical Practice Guidelines in Oncology: Hepatobiliary cancers. Version 2.2015. www.nccn.org/professionals/physician_gls/pdf/hepatobiliary.pdf. Accessed September 24, 2015.


Data da revisão: 8/1/2015
Revisão feita por: Yi-Bin Chen, MD, Leukemia/Bone Marrow Transplant Program, Massachusetts General Hospital, Boston, MA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com