Colite ulcerativa

Definição

A colite ulcerativa é uma doença em que há inflamação do revestimento do intestino grosso (cólon) e do reto. Esta condição é uma forma de doença inflamatória intestinal, estando relacionada à doença de Crohn.

Nomes alternativos

Doença inflamatória intestinal - colite ulcerativa; DII - colite ulcerativa

Causas

A causa da colite ulcerativa é desconhecida. Pessoas com essa doença têm problemas no sistema imunológico, mas não está comprovado que problemas imunológicos causam essa doença. Embora o estresse e determinados alimentos possam desencadear sintomas, eles não causam a colite ulcerativa.

A colite ulcerativa pode afetar qualquer faixa etária, embora existam picos nas idades entre 15 e 30 anos e então novamente entre 50 e 70 anos.

A doença geralmente começa na área retal e pode eventualmente se estender por todo o intestino grosso. Além disso, ela pode se iniciar no reto e no intestino grosso ao mesmo tempo.

Os fatores de risco incluem um histórico familiar de colite ulcerativa ou outras doenças autoimunes e ascendência judaica.

Sintomas

Os sintomas variam em gravidade e podem começar lenta ou repentinamente. Cerca da metade das pessoas têm sintomas brandos. Outras têm ataques mais graves que ocorrem com mais frequência. Muitos fatores podem levar a ataques.

Os sintomas incluem:

Pode haver retardo do crescimento em crianças.

Entre outros sintomas que podem ocorrer com a colite ulcerativa estão:

Sinais e testes

A colonoscopia com biópsia geralmente é usada para diagnosticar a colite ulcerativa. A colonoscopia também é usada para fazer a triagem de pessoas com colite ulcerativa para câncer de cólon.

Outros testes que podem ser feitos para ajudar a diagnosticar esta doença incluem:

Tratamento

Os objetivos do tratamento são:

A hospitalização é frequentemente necessária para ataques graves. Seu médico poderá prescrever corticosteroides para reduzir a inflamação. Você pode receber nutrientes pela veia (intravenosa).

DIETA E NUTRIÇÃO

Determinados tipos de alimentos podem piorar os sintomas de diarreia e gases, especialmente durante períodos de doença ativa. Sugestões de dietas incluem:

ESTRESSE

Ter um problema no intestino pode deixar você preocupado, constrangido ou até triste e deprimido. Outros eventos estressantes na sua vida, como mudança, perda de emprego ou perda de um ente querido podem causar problemas digestivos.

Peça orientações a um profissional de saúde para aprender a lidar com o estresse.

MEDICAMENTOS

Medicamentos que podem ser prescritos para reduzir o número de ataques incluem:

CIRURGIA

A cirurgia para remover o cólon cura a colite ulcerativa e remove a ameaça de câncer de cólon. A cirurgia é geralmente indicada para pacientes que têm:

Na maioria das vezes, todo o cólon, inclusive o reto, é removido. Após a cirurgia, você poderá ter:

Grupos de apoio

O apoio social frequentemente pode ajudar com o estresse de lidar com a doença, e membros do grupo de apoio também podem ter dicas úteis para encontrar o melhor tratamento e como lidar com a doença.

Expectativas (prognóstico)

Os sintomas são brandos em torno de metade dos pacientes com colite ulcerativa. Os pacientes com colite ulcerativa mais grave tendem a não responder tão bem aos medicamentos.

A cura só é possível através da remoção completa do intestino grosso.

O risco de câncer de cólon aumenta a cada década depois de a colite ulcerativa ter sido diagnosticada.

Complicações

Você tem um risco aumentado para câncer do intestino delgado e do intestino grosso se você tiver colite ulcerativa. Em algum momento, seu médico poderá solicitar exames para detecção do câncer de cólon.

Episódios mais graves e de repetição podem ocasionar espessamento das paredes dos intestinos, levando a:

Dificuldade de absorção adequada de nutrientes pode levar a:

Problemas menos comuns que podem ocorrer incluem:

Quando contatar um profissional de saúde

Entre em contato com o seu médico se:

Prevenção

Não existe prevenção conhecida para esta doença.

Referências

Bressler B, Marshall JK, Bernstein CN, et al. Clinical practice guidelines for the medical management of nonhospitalized ulcerative colitis: the Toronto consensus. Gastroenterology. 2015;148(5):1035-1058. PMID: 25747596 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25747596.

D'Haens GR, Panaccione R, Higgins PD, et al. The London Position Statement of the World Congress of Gastroenterology on Biological Therapy for IBD with the European Crohn's and Colitis Organization: when to start, when to stop, which drug to choose, and how to predict response? Am J Gastroenterol. 2011;106(2):199-212. PMID: 21045814 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21045814.

Kornbluth A, Sachar DB; Practice Parameters Committee of the American College of Gastroenterology. Ulcerative colitis practice guidelines in adults: American College of Gastroenterology, Practice Parameters Committee. Am J Gastroenterol. 2010;105(3):501-523. PMID: 20068560 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20068560.

Mowat C, Cole A, Windsor A, et al. Guidelines for the management of inflammatory bowel disease in adults. Gut. 2011;60(5):571-607. PMID: 21464096 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21464096.

Osterman MT, Lichtenstein GR. Ulcerative colitis. In: Feldman M, Friedman LS, Brandt LJ, eds. Sleisenger & Fordtran's Gastrointestinal and Liver Disease. 10th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2016:chap 116.

Ross H, Steele SR, Varma M, et al. Practice parameters for the surgical treatment of ulcerative colitis. Dis Colon Rectum. 2014;57(1):5-22. PMID: 24316941 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24316941.


Data da revisão: 8/14/2015
Revisão feita por: Subodh K. Lal, MD, gastroenterologist at Gastrointestinal Specialists of Georgia, Austell, GA. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Internal review and update on 09/01/2016 by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com