Doença celíaca

Definição

A doença celíaca é uma condição que causa dano ao revestimento do intestino delgado. O dano ocorre devido a uma reação à ingestão de glúten, uma substância encontrada no trigo, cevada, centeio e eventualmente aveia, além de alimentos preparados com esses ingredientes.

O dano intestinal leva à absorção inadequada de alguns componentes necessários presentes nos alimentos.

Nomes alternativos

Espru; Espru não tropical; Intolerância a glúten; Enteropatia por glúten

Causas

A causa exata da doença celíaca é desconhecida. O revestimento dos intestinos contém pequenas áreas de projeção em direção ao interior do intestino chamadas vilosidades. Tais estruturas ajudam na absorção dos nutrientes.

A doença pode se desenvolver em qualquer momento da vida, da infância à idade adulta avançada.

Pessoas que têm um membro da família com doença celíaca têm maior risco de desenvolverem a doença. O distúrbio é mais comum em caucasianos e pessoas de origem europeia. Mulheres são mais frequentemente afetadas que homens.

Pessoas com doença celíaca têm mais probabilidade de ter:

Sintomas

Os sintomas da doença celíaca podem ser diferentes de pessoa para pessoa. Isso é parte do motivo pelo qual o diagnóstico não é sempre feito imediatamente. Por exemplo, uma pessoa pode ter constipação, outra pode ter diarreia e uma terceira pode não ter nenhuma alteração das fezes.

Os sintomas gastrointestinais incluem:

Como os intestinos não absorvem nutrientes essenciais, os seguintes problemas podem se desenvolver ao longo do tempo:

Crianças com doença celíaca podem ter:

Sinais e testes

Os seguintes testes podem ser realizados:

Os testes de sangue podem detectar vários anticorpos especiais, chamados anticorpos antitransglutaminase tecidual ou anticorpos antiendomísio. O médico poderá solicitar esses testes se houver suspeita de doença celíaca.

Se os testes são positivos, uma endoscopia superior geralmente é realizada para retirar uma amostra de tecido (biópsia) da primeira parte do intestino delgado (duodeno). A biópsia pode mostrar um achatamento das vilosidades nas partes do intestino abaixo do duodeno.

O teste genético do sangue também poderá ser realizado para ajudar a determinar pessoas com risco para doença celíaca.

Uma biópsia ou teste de sangue de acompanhamento pode ser solicitado vários meses após o diagnóstico e tratamento. Esses testes avaliam sua resposta ao tratamento. Resultados normais significam que você respondeu ao tratamento, o que confirma o diagnóstico. No entanto, isso não significa que a doença foi curada.

Tratamento

A doença celíaca não pode ser curada. No entanto, seus sintomas desaparecerão e haverá recuperação das vilosidades intestinais se você seguir uma dieta sem glúten por toda a vida. Não ingira alimentos, bebidas e medicamentos que contenham trigo, cevada, centeio e possivelmente aveia.

Você deve ler rótulos de alimentos e medicamentos com atenção para procurar por fontes ocultas desses grãos e ingredientes relacionados a eles. Grãos de trigo e cevada são comuns e seguir esta dieta pode ser difícil, principalmente no início. Eventualmente, a maioria das pessoas é capaz de se adaptar à dieta e apresentar melhora. Você não deve começar a dieta sem glúten antes do diagnóstico, pois começar a dieta poderá afetar o resultado dos exames.

Na maioria dos casos, seguir uma dieta bem balanceada sem glúten geralmente é o único tratamento que você precisa para ficar bem. O médico ou nutricionista pode recomendar suplementação de vitaminas e minerais para corrigir deficiências nutricionais específicas.

Ocasionalmente, o uso de corticosteroides (como prednisona) por um período curto pode ser necessário se a doença não responde bem ao tratamento. Nunca tome medicamento sem antes consultar o seu médico.

Quando for diagnosticado, procure ajuda de um nutricionista especializado em doença celíaca e dieta sem glúten. Um grupo de apoio também pode ajudar você a conviver com a doença e dieta.

Expectativas (prognóstico)

Seguir uma dieta sem glúten cura a lesão nos intestinos e previne outras lesões. Essa cura ocorre geralmente entre 3 a 6 meses em crianças, mas pode levar de 2 a 3 anos em adultos.

Raramente, dano de longo prazo ao revestimento dos intestinos poderá ocorrer antes do diagnóstico.

Alguns problemas causados por doença celíaca podem não melhorar, como altura mais baixa do que esperado e danos aos dentes.

Complicações

Você deve continuar seguindo cuidadosamente uma dieta sem glúten. Quando não tratada, a doença pode causar complicações que colocam a vida em risco.

Retardar o diagnóstico ou não seguir a dieta coloca você em risco para condições relacionadas como:

Quando contatar um profissional de saúde

Ligue para o seu médico se tiver sintomas de doença celíaca.

Prevenção

Como a causa exata é desconhecida, não há maneira conhecida para prevenir o desenvolvimento da doença celíaca. No entanto, estar consciente dos fatores de risco (como ter um membro da família com o distúrbio) pode aumentar suas chances de diagnóstico e tratamento precoces, e de uma vida longa e saudável.

Referências

Hogenauer C, Hammer HF. Maldigestion and malabsorption. In: Feldman M, Friedman LS, Brandt LJ, eds. Sleisenger and Fordtran's Gastrointestinal and Liver Disease. 10th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2016:chap 104.

Rubio-Tapia A, Hill ID, Kelly CP, Calderwood AH, Murray JA; American College of Gastroenterology. ACG clinical guidelines: diagnosis and management of celiac disease. Am J Gastroenterol. 2013;108(5):656-676 PMID: 23609613 www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23609613.

Semrad CE. Approach to the patient with diarrhea and malabsorption. In: Goldman L, Schafer AI, eds. Goldman's Cecil Medicine. 25th ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2016:chap 140.


Data da revisão: 1/9/2020
Revisão feita por: Michael M. Phillips, MD, Clinical Professor of Medicine, The George Washington University School of Medicine, Washington, DC. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, Brenda Conaway, Editorial Director, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com